23 de mai de 2016

Como escolher um bom notebook

Mais comum do que nunca, os notebooks vêm ganhando a cada dia o gosto popular. A facilidade e a mobilidade oferecida por eles apresenta uma vantagem gigantesca sobre os desktops. Não é de se espantar que os desktops estão cada vez mais raros nas casas das pessoas, sendo preferência apenas dos “gamers”.
Como escolher um bom notebook

Apesar de tudo isso, escolher um bom notebook não é uma tarefa fácil. Assim que esse tipo de PC foi avançando no gosto das pessoas, o investimento em vários segmentos e diversidade de modelos também. No meio de tantas opções é preciso saber escolher bem para não se arrepender.

Então, como escolher um bom notebook?


Antes de tudo, é preciso estabelecer o uso que esse equipamento terá. Uma vez estabelecido para qual função será usado, será bem mais fácil definir qual será a escolha entre as melhores marcas de notebook, processamento, memória, placa gráfica e etc.

Como nem todo mundo está familiarizado com tais conceitos, vamos falar um pouco de cada um deles para que fique mais claro.

Preço


Talvez seja o aspecto mais importante e deve ser definido antes da compra. Cada um sabe o quanto pode ou deve gastar. Esse aspecto vai influenciar bastante nas outras características também e por isso, em nossa opinião, deve ser o primeiro a ser pensado antes da compra.

Marca


É bem importante atentar para isso, algumas marcas simplesmente não oferecem a qualidade esperada e equipamento de pouca durabilidade. Por exemplo, um notebook Lenovo é bom, assim como Dell, Samsung, HP e Asus.

Qualquer uma dessa acima citadas são de excelente qualidade e oferecem atendimento diferenciado aos clientes.

Processamento


Em outras palavras, o processador. Poucos sabem, mas o processador é o “cérebro” do seu computador e quanto mais rápido ele for, mais rápido seu PC será. Algumas atividades básicas, como navegar na internet, não requer um processador top de linha – um i5 dará conta do recado.

Caso precise de uma atividade um pouco mais pesada, como edição de vídeos, processamento de jogos ou desenvolvimento de sistemas, escolha um mais potente – como um i7 de última geração.

Memória


Nesse ponto precisamos entender que há dois tipos de memória. A memória RAM e a memória física – normalmente de disco.

  • ·         Memória RAM


A memória RAM é, basicamente, onde os programas rodam. Ela é mais cara e volátil, ou seja, se o computador desligar, ela é “esvaziada” e tudo se perde. Exemplo: ao abrir o Word, do Office, ele “ficará” na memória RAM enquanto estiver aberto, assim como o seu navegador de internet e assim por diante. Por isso, se a intenção é rodar muitos programas ao mesmo tempo, prefira uma memória RAM respeitável.

  • ·         Memória Física - HD


Já a memória de disco, ou física (HD), é onde os programas ficam guardados. Quando é solicitada a abertura de um programa, ele é carregado na memória RAM e então começa a executar.

A velocidade do seu HD vai influenciar na velocidade em que o programa é carregado até a memória RAM, ou seja, quanto mais rápido seu HD, maior a velocidade em que o programa abre. Isso sem contar que um HD precisa ser grande – para poder guardar todos os arquivos e programas.

Placa Gráfica (Placa de vídeo)


Este item é um tanto quanto “opcional”. Não são todos os notebooks que possuem uma placa de vídeo dedicada e muitas vezes nem precisam disso.

O processador já possui uma placa gráfica acoplada a ele que dá conta da maioria dos usos cotidianos – ver filmes, alguns jogos mais leves e etc. A placa gráfica dedicada (sem ser a do processador) só é necessária em casos extremos como um notebook gamer ou para designs.

Esse item irá aumentar significativamente o preço do seu notebook, portanto tenha em mente que realmente irá usar caso decida optar por um notebook com placa de vídeo dedicada.


Este artigo foi desenvolvido por Lucas Bataglia, do techtube.com.br

2 comentários:

REGRAS PARA POSTAR COMENTÁRIOS:

- Só serão publicados comentários que tenham relação com o assunto.
- Não serão publicados comentários ofensivos ou que contenham conteúdo pornográfico ou desrespeitoso.
- Não coloque links nos comentários; Use a opção Nome/URL em “comentar como”.